Formação do Apostolado

PngLogoSC

Formação do Apostolado Servi Christi

O Apostolado Servi Christi reconhece que a formação católica e livre, se dá por meio de uma forma associada de Catequese Permanente, que aborde não somente o aspecto cognitivo, mas também espiritual e todas as demais dimensões que caracteriza ou envolva o ser humano.

O Apostolado objetiva ser um “Onde e Quando” para que os membros e participantes possam dividir (multiplicando) entre si seus dons, levar e buscar conhecimentos, experiências, reforçar laços de amizades e criar um espírito de fraternidade, onde todos possam se reconhecer como irmãos que caminham juntos, pela Igreja, no Caminho da Fé, da Esperança e Caridade.

A Formação do Apostolado baseia-se fundamentalmente na infinita e Divina Misericórdia. Que busque sempre e de forma inequívoca confortar o próximo de situações difíceis que a vida ou que decisões erradas possam ter levados a reveses não esperados, ou que por motivo qualquer, o tenha levado a margem da sociedade, da Família ou da própria Igreja. Um Apostolado que é capaz de, em primeiro lugar, refletir por meio de seus membros, a infinita misericórdia de Deus e que anuncia que acima de tudo está a misericórdia.

Como o Catecismo e o Compêndio, o Apostolado se estrutura em quatro partes, de acordo com as leis fundamentais da vida em Cristo.

  Lex Credendi (Lei da Fé)

Lex Celebrandi (Lei da Celebração)

Lex Vivendi (Lei da Vivência)

Lex Orandi (Lei da Oração)

  

Lex Credendi (Lei da Fé)

A primeira parte, «A profissão da fé», a lex credendi, isto é, da fé professada pela Igreja Católica, cuja proclamação constante nas assembleias cristãs mantém viva a memória das principais verdades da fé.

 

Lex Celebrandi (Lei da Celebração)

A segunda parte,  «A celebração do mistério cristão», lex celebrandi. O anúncio do Evangelho encontra a sua resposta privilegiada na vida sacramental. Viver, experimentar e testemunhar em cada momento da sua existência a eficácia salvífica do mistério pascal, por meio do qual Cristo realizou a obra da nossa redenção.

  

Lex Vivendi (Lei da Vivência)

A terceira parte, «A vida em Cristo», chama a atenção para a lex vivendi, isto é, para o empenho que os batizados têm de manifestar nas suas atitudes e nas suas opções éticas de fidelidade à fé professada e celebrada. Somos chamados pelo Senhor Jesus a agir de acordo com a sua dignidade de filhos de Deus Pai na caridade do Espírito Santo. Todos os Membros busquem realizar Obras de Misericórdia individuais e em comum, programas de aproximação dos mais necessitados (não só no sentido material, mas no sentido espiritual e outros).

Lex Orandi (Lei da Oração)

A quarta parte, «A oração cristã», lex orandi, isto é, da vida de oração. A exemplo de Jesus, o modelo perfeito do orante, também o cristão é chamado ao diálogo com Deus na oração, de cuja expressão privilegiada é o Pai-nosso, a oração que o próprio Jesus nos ensinou.

O Apostolado também sente-se no chamado de ser o Apostolado do Silêncio[i], promovendo a importância de momentos de Silêncio Sagrado, voltando o nosso ser inteiramente a Deus. O Silêncio do Coração, da mente, da língua, da visão. Desligar-nos de tudo o que nos é supérfluo e entregar-se, mesmo que por um único e pequeno instante no dia, em silêncio a Deus.

[i] Apostolado do Silêncio: Que os seus membros possam dedicar inteiramente um momento do dia à Deus, conforme a disponibilidade de tempo. Se Deus fala ao homem mesmo no silêncio, também o homem descobre no silêncio a possibilidade de falar com Deus e de Deus” (Bento XVI Mens. 46º Dia das Comunicações) .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *